Case – Paintball Clube: Aumentando as vendas através da fidelização de clientes

O Paintball Clube é uma empresa de Sabará, região metropolitana de Belo Horizonte, fundada em 2011, com o objetivo de criar um local de entretenimento para pessoas se divertirem nos finais de semana. O empreendedor Everson Costa, criou a empresa depois de ver a necessidade desse tipo de distração na região em que morava. 

Com o objetivo de tornar o Paintball Clube conhecido e fazer com que seus clientes voltassem mais vezes, o plano foi anunciar seus serviços em sites de compras coletivas. Durante várias semanas, Everson se dedicou a anunciar promoções nos sites Peixe Urbano e Groupon, porém, para anunciar nesses sites, era preciso fazer uma oferta de no mínimo 50% do valor original, e os sites ainda ficavam com 50% do valor das vendas. Ou seja, se cada venda do paintball fosse R$ 100, o anúncio tinha que ser de no máximo R$ 50. Desse valor, 50% eram repassados ao aos sites de compras coletivas, ou seja, eles ficavam com R$ 25 e o paintball ficava com os outros R$ 25.

Mesmo com uma margem pequena, o Paintball Clube decidiu investir nos sites de compra coletiva e os resultados de vendas foram extraordinários, os sites cumpriram o que lhes foi proposto e todos os fins de semana o paintball recebia cerca de 500 pessoas para jogar, mas um dos objetivos não foi atingido: a fidelização dos novos clientes.

 

“Neste momento, tínhamos talvez o que mais queríamos desde sempre: muitos clientes visitando o paintball e ele se tornando conhecido por várias pessoas e em diversos locais. Mas o problema é que esses clientes vinham à primeira vez e não voltavam mais. E esse problema tinha que ser resolvido, pois, apesar de os sites de compras coletivas terem me ajudado em quantidade de pessoas, meu ticket médio ainda estava muito baixo”.  – Everson Costa

 

A SOLUÇÃO: RELACIONAMENTO COM O CLIENTE

O objetivo era que o cliente conhecesse o paintball e voltasse mais vezes. Everson e sua equipe começaram a investir em estratégias de fidelização. Eles criaram um programa de fidelidade e cadastraram todos que iam jogar e começaram a criar ações de relacionamento para estes clientes, além de dar pontos com base no valor de consumo. Pontos estes que poderiam ser trocados por prêmios como descontos, mais bolinhas ou horas de jogo.

Após implantar as ações de fidelização, os resultados começaram a aparecer. Os clientes recebiam e-mail com vídeos de paintball, resumo de partidas, mensagens e descontos nas datas de aniversário e ofertas com descontos tão bons quantos os de site de compra de coletiva. Porém, com estas ofertas próprias, o paintball não pagavam comissão para os sites de compra coletiva. Os resultados foram além do esperado. 

 

“Conseguimos aumentar nossa receita líquida em

mais de 70% nos três primeiros meses e, em menos

de quatro meses, conseguimos dobrar nossos lucros,

atingindo 100% do faturamento em relação a

quando não investíamos em estratégias de

relacionamento com nossos clientes”

         

O DESAFIO: FAZER COM QUE O CLIENTE VIRASSE FÃ DA MARCA

Os resultados foram grandes não só em retorno financeiro. A maioria dos clientes relatavam estar super satisfeitos com o custo benefício de usar os serviços do Paintball Clube. A maioria deles indicavam outras pessoas e essas outras pessoas indicavam também outras pessoas e todas essas se tornaram nossos clientes não só por uma vez, mas por várias outras vezes. Isso, graças ao sistema de fidelização. 

O objetivo era aumentar as vendas, o ticket médio, reter os clientes e fazer com que o Paintball Clube se tornasse conhecido em vários lugares. O resultado foi maior que isso. Mais pessoas se tornaram fãs do empreendimento e os clientes foram aumentando também de forma orgânica, através das indicações boca a boca.

O Resultado foi tão bom que o Everson Costa fundador do Paintball Clube decidiu melhorar o programa de pontos e torná-lo uma plataforma para várias outras empresas poderem utilizar.

 

Clique aqui e conheça a Donuz, plataforma de fidelização responsável pelo sucesso do Paintball Club. 

 

 

Comentários